O que é dieta Detox? – Para que serve? Quais os benefícios?

Saiba de todas as informações necessárias antes de aplicar essa tão aclamada dieta!


Você sabe O que é dieta Detox – Para que serve? Quais os benefícios? Essa tem sido uma das dietas que mais tem se repercutido nas mídias e sendo cada vez mais disseminada por conta dos famosos. Se você deseja saber qual a funcionalidade dessa dieta, é só continuar nesse post que iremos te dar todas as informações necessárias antes de começar essa dieta.

Muita gente vem procurando métodos para alcançar aquele peso ideal ou para se obter uma vida mais regrada e saudável com base nas dietas. Uma das dietas que muito se fala atualmente, é a dieta detox. Mas será que você realmente conhece essa dieta, sabe os benefícios e os cuidados que se deve tomar ao realizar esse tipo de procedimento? Neste artigo vamos falar sobre a dieta detox que se tornou muito conhecida entre as pessoas e se tornou um grande aliado no emagrecimento com saúde.

O que é dieta Detox?

A dieta detox – ou dieta desintoxicante – ganhou um forte espaço na mídia e na dieta alimentar de muitos brasileiros. Inúmeras receitas de sucos detox invadiram as revistas e páginas da internet. E o tão famoso “suco verde” ficou conhecido por ajudar a perder peso com saúde e eliminar todas as substâncias prejudiciais ao nosso organismo.

Basicamente, a dieta consiste na eliminação de diversas substâncias que são tóxicas ao nosso organismo, funciona como técnica regulatória dos sistemas, para que tudo volte a funcionar de uma maneira mais saudável. Os alimentos detox tendem a eliminar substâncias como o agrotóxico, conservantes, gorduras saturadas, açúcar e sal em excesso e gordura trans.

Existem vários tipos de dietas desintoxicante e o objetivo da maioria delas é reduzir o número de calorias consumidas em um certo período – cerca de uma semana. Esse tipo de alimentação tende a ser mais focado em líquidos como sucos e sopas.  Ela é muito utilizada quando a pessoa abusa na comida em datas festivas; como nas festas de fim de ano ou celebrações diversas, já que o objetivo principal desse tipo de alimentação é eliminar as toxinas contidas nesses tipos de alimentos.

Como funciona essa dieta?

Antes de qualquer coisa, é bom frisar que essa dieta deve ser feita por um curto período de tempo, não podendo se estender mais que cerca de uma semana. É bom salientar também que esse tipo de dieta tem um fim específico e deve se fazer uso dela em momentos apropriados, e não fazer de uma forma deliberada. Comumentemente, esse tipo de dieta alimentar é aconselhada a ser utilizada após momentos de grande ingestão alimentar.

Para iniciarmos a explicação, você deve ter em mente que essa dieta é dividida em etapas, e iremos explicar para você cada uma delas:

Primeira fase

A primeira fase pode ser considerada a mais radical, pois ela consiste em uma alimentação mais limitada. Você deve passar cerca de dois ou três dias somente fazendo uso de uma alimentação baseada em alimentos líquidos, como sucos e sopas de legumes e verduras ou shakes que não violem essa primeira etapa.

Segundo a especialista em nutrição Alessandra Lessmann do Amaral, a principal função dessa etapa inicial é “poupar o desgaste do organismo em um processo de digestão prolongado”.

Nessa etapa é de suma importância que você tenha em mente que você deve se alimentar de duas em duas horas, para eliminar bastante líquido. Com esse método a sua barriga tende a ficar sequinha de forma mais acelerada.

A quantidade de calorias consumida é baixa, aproximadamente 1000 por dia, que se distribuem em refeições a cada duas horas e, por esse motivo, as atividades físicas intensas devem ser evitadas.

Segunda fase

A segunda fase é composta por alimentos com um nível de aporte calórico mais elevado, rico em fibras, água e antioxidantes. Por isso, os alimentos mais sólidos estão permitidos nessa etapa. O comum pela maioria das pessoas, é que essa segunda fase dure de quatro a cinco dias, mas se você estiver disposta a perder alguns quilos extras, pode estender esse cardápio por no máximo duas semanas.

Substâncias anti-inflamatórias também entram na dieta alimentar nessa fase, pois deixa o organismo menos resistente à perda de peso. Após você realizar essas duas fases, é aconselhável esperar até 15 dias caso tenha desejo de realizar esse processo novamente. Fique atenta, tudo que é feito de uma forma brusca pode causar problemas.

Nessa fase você consome um pouco mais de caloria em comparação à primeira; cerca de 1100 e 1200 calorias, o que não é o necessário para fazer você perder todo o esforço utilizado até então. Você pode combinar algumas opções de refeição como preferir, desde que siga as instruções citadas acima.

Alimentos que podem ou não serem consumidos

Uma dica para fazer os sucos detox é evitar frutas e hortaliças com alto índice glicêmico. Por essa razão, é indicado usar frutas vermelhas e roxas como morango, blueberry, acerola, açaí puro, couve, alface, acelga, brócolis e couve-flor, por exemplo. Além do baixo índice de açúcares, elas são extremamente ricas em vitaminas que ajudam a regular o funcionamento do corpo e do intestino.

Os sucos detox são uma ótima opção para quem está realizando essa dieta. Mas fique atenta as frutas que são permitidas.

Confira os alimentos que podem ser consumidos ao longo da dieta detox. São eles: verduras e legumes orgânicos (couve, repolho, brócolis, leguminosas). Frutas frescas, frutas secas sem açúcar, cereais integrais (quinoa, aveia) chás de hibisco, cavalinha, chá verde, maçã, castanhas, semente de girassol, abóbora, ovos, óleo de coco, azeite, abacate, vinagre de maçã, sal marinho ou sal rosa do himalaia, limão, mel, cacau em pó, chia, leites vegetais, gengibre etc.

Já os alimentos que devem ser retirados na dieta detox são: gorduras trans, frituras, processados, como farinha branca, rico em açúcares, sal (comum e em excesso),glutamato monossódico, cafeína, refrigerantes, assados em carvão, bebidas alcoólicas, alimentos com corantes, conservantes como nitrato, nitrito, potássio e sódio, e alimentos com edulcorantes artificiais, sacarina, ciclamato, aspartame, acessulfame k, xarope de milho rico em frutose, glúten, leite e derivados.

Dieta detox emagrece?

É evidente que você vai notar uma crescente perca de peso ao começar essa dieta, já que ela contribui com o emagrecimento saudável, tendo em vista que as calorias ingeridas ao longo do dia diminuem muito. Dessa forma, você vai gastar mais energia do que o consumido em uma alimentação regular.

O grande diferencial positivo da dieta detox é que a pessoa apenas consome alimentos saudáveis que ajudam a eliminar as substâncias e toxinas prejudiciais ao corpo. Isso ajuda na digestão e na queima de gordura; é observado que, na maioria dos casos, a pessoa consegue perder cerca de 3 kg na semana da dieta.

Quais os benefícios da dieta detox?

A dieta detox pode trazer diversos benefícios ao corpo, já que é formulada somente com produtos à base de alimentos naturais como frutas, legumes e folhagens. Ou seja, sem carboidrato, glúten, lactose e qualquer alimento prejudicial à saúde. Essa dieta incentiva a consumir alimentos saudáveis e reduz os alimentos que são péssimos para a saúde.

O detox com alimentos certos trazem muitos benefícios ao corpo que podem ser observados já na primeira semana da dieta, como a melhora no sono, mais energia, melhoras no sistema digestivo, melhoras no humor, diminuição no stress, mais disposição e regulação hormonal.

Essa dieta ainda traz benefícios para o cabelo, e para a pele sem vida, restaurando o brilho natural do cabelo e dando um tempo na acne da pele. Desânimo e constantes inchaços também não é problema para quem aplica esse tipo de regulamentação alimentícia.

Por conta do consumo constante de chás, isso também pode beneficiar consideravelmente a sua libido. Mas para você obter uma eficácia maior nesse aspecto, você tem que se focar em consumir os chás afrodisíacos.

Além de claro, auxiliar no emagrecimento saudável. Como já dito anteriormente, pelo fato do método eliminar substâncias prejudiciais, contribui positivamente na melhoria da digestão, o que reflete em uma queima de gordura mais eficaz e que ajuda a emagrecer.

Quais as desvantagens da dieta detox?

O que pode desmotivar muita gente a realizar essa dieta, é a perceptível restrição alimentar que a envolve. Pelo fato de ser bem restritiva, é muito difícil manter essa programação. É necessário muito foco e dedicação se você pretende manter essa dieta.

Outra restrição que envolve essa dieta, é que não se pode consumir alimentos preparados fora de casa, o que pode dificultar a vida de quem possui uma rotina muito corrida e não tem tempo de preparar os alimentos para consumo todos os dias.

Quais são os riscos da dieta detox?

Como toda dieta drástica, a dieta desintoxicante também traz riscos ao corpo. Dependendo da maneira com que a pessoa faz, pode ocorrer de surgir o efeito contrário quando chegar ao fim da dieta. É necessária muita disciplina quando se trata dessa dieta, porque há um risco muito grande de ocasionar em algum tipo de distúrbio alimentar ou até mesmo em algum mau funcionamento no organismo, como falaremos a seguir:

Pode prejudicar o fígado

Sem a presença de um especialista, pode ocorrer de o fígado ficar sobrecarregado e não realizar devidamente a sua função, especialmente se a dieta líquida for mantida por um tempo maior do que o recomendável. Manter a primeira fase da dieta por mais de uma semana pode comprometer o bom funcionamento do seu fígado.

Causa fraqueza

Pelo fato de ser consumida uma porção de caloria baixa, a dieta pode causar fraqueza, tendo em vista que a caloria se transforma em energia dentro do corpo. Logicamente, quanto menos caloria você consome, menor é o seu rendimento físico. Por isso que é proibido as atividades físicas intensas, pois pode ocasionar em desmaios.

Num nível mais elevado, pode ocasionar em tonturas, dores de cabeça, perda de massa muscular, indisposição para realizar atividades básicas do cotidiano podendo chegar até mesmo a desnutrição.

Favorece o efeito sanfona

O foco dessa dieta não é fazer com que as pessoas percam peso, mas sim desintoxicar o organismo de algumas substâncias que afetam o bom funcionamento, a perda de peso é somente uma consequência. E como essa não deve ser uma atividade diária, mas que deve sofrer algumas pausas, pode ser que numa dessas pausas você engorde aqueles quilos que você havia perdido, havendo uma possibilidade de se tornar um ciclo constante.

O detox não te ensina a ter uma alimentação balanceada ou reeducação alimentar, ele somente pode te incitar a isso, mas a desejo tem que partir de cada um. Sendo assim, os riscos de você retornar aos velhos hábitos alimentares e engordar, são altas.

Riscos de ficar sem proteínas o suficiente

No plano detox, você tem que se abdicar de diversos alimentos, e um deles é o consumo de proteínas de origem animal. Pelo fato de você ficar longos períodos sem consumir a quantidade de proteínas recomendadas, isso pode afetar prejudicialmente na formação de hormônios, na regeneração de tecidos, reduzidos o nível de ferro do corpo podendo levar à anemia.

Problemas de absorção de algumas vitaminas

Esse fato é parecido com o citado logo acima, devido a um longo período sem o consumo de algumas gorduras, pode ocasionar numa dificuldade de obsorção de vitaminas lipossolúveis, comprometendo outras funções do organismo.

Desequilíbrio de sódio e potássio

Essa é o inverso do que foi falado anteriormente. A dieta detox se foca muito no consumo de líquidos que contém aparição de sódio e potássio e, por conta de um grande nível dessas substâncias no corpo humano, pode haver um desequilíbrio, aumentando o nível de eliminação desses componentes, podendo levar à desidratação.

Cuidados a se tomar

O importante é sempre seguir as orientações de um profissional da saúde como o nutricionista ou nutrólogo que, com certeza, indicarão a melhor dieta balanceada para você. Nada impede de você começar se desintoxicando com consciência com alimentos saudáveis e orgânicos, mas lembre-se que toda dieta abrupta pode levar a algum tipo de problema. Por isso tenha cuidado e procure sempre prescrições médicas confiáveis.

Cada corpo responde de maneiras diferentes ao mesmo processo, por isso que é de suma importância que você busque um acompanhamento médico, pois ele pode tratar de fazer algumas alterações nessa dieta que melhor dialoguem com as necessidades do seu corpo.

Recomendamos que você somente realize essa dieta com a orientação de um nutricionista ou de um médico nutrólogo, porque seguir o método por conta própria pode causar sérios problemas de saúde, como já mencionados acima.

Esperamos que você tenha gostado desse post, nos vemos numa próxima!

Curta o site no Facebook!